música, opinião

Notas sobre o Meo Music

Há alguns meses que sou cliente M4O, mas ainda não tinha utilizado os serviços adicionais que são disponibilizados pela operadora e estão incluídos no pacote que subscrevi. No entanto, desde que o Zeinal Bava anunciou que o tráfego de dados móveis do Meo Music não seria contabilizado para o plafond de internet incluído para os telemóveis, instalei a aplicação e comecei a usá-la como rádio quando estou no carro. Basta-me ligar um cabo de som ao rádio e assim posso ouvir o que me apetece, em vez de ter que gramar com a porcaria que passa em quase todas as rádios.

Uso a aplicação quase diariamente há 2 meses, talvez 3. Depois deste tempo, tenho alguns apontamentos a fazer acerca da aplicação Meo Music para Android (e talvez até do serviço em geral), e que partilharei aqui. Espero que a equipa que desenvolve e gere o serviço os veja como algo construtivo.

Pontos positivos

O melhor para mim tem sido a grande coleção musical disponibilizada. Os meus gostos musicais não incluem muita música popular (aliás, quase nenhuma), ainda assim encontro imensa coisa de que gosto no Meo Music.

Também, permite-me aceder a artistas classificados como musicalmente semelhantes ao que estou a ouvir, e ainda ler informações sobre eles. Se gostam de descobrir projetos musicais novos, recomendo o Meo Music.

Tudo isto está disponível em Android, iOS, Windows, Mac OS X e julgo que também em Windows Phone. De acordo com a equipa, há uns tempos no Twitter, uma aplicação para GNU/Linux está planeada ou já mesmo em desenvolvimento.

Pontos negativos

O meu telemóvel é um Samsung Galaxy S com um single-core a 1GHz, mas com overclock a 1.2GHz e um pequeno hack para ter mais RAM. Assim, por exemplo, consigo correr a aplicação do Facebook relativamente bem. O Meo Music, no entanto, dá erros com alguma frequência.

A velocidade do stream também não é das melhores. Se mudar de artista, demora uns largos segundos até começar a dar música, se não demorar mais de 1 minuto; por outro lado, por vezes mudo de artista e a música começa rapidamente. Isto acontece aleatoriamente e é irritante. Já com o Spotify não é assim.

Também, falta a possibilidade de poder pôr músicas a tocar aleatoriamente e de criar playlists/rádios automaticamente baseadas num artista. Parecendo que não, isto é uma falha muito grande, no que à minha opinião diz respeito. E sim, o Spotify tem estas funcionalidades.

Balanço geral

No geral, a experiência com o Meo Music tem sido positiva. Mas a verdade é que isso se deve, essencialmente, à não contabilização do stream para o plafond de internet móvel. Se passarem a permitir tocar músicas aleatoriamente e a criar rádios baseadas num artista, ficará muito boa. Espero que isso esteja para breve.

info sobre a imagem

Standard
curiosidades

Marge Simpson IRL*

Marge Simpson IRL

Esta imagem não é uma pintura hiper-realista ou uma edição exagerada em Photoshop. Nem um pesadelo, caso a achem assustadora. É o trabalho do fotógrafo Alexander Khokhlov, que recorre a maquilhagem para criar imagens que parecem altamente editadas mas não o são.

*IRL = In Real Life (Na Vida Real)

Standard

geekices

MintBox 2 oficialmente à venda na Europa

O computador MintBox 2, lançado no verão passado, chegou agora oficialmente à Europa. Os cidadãos europeus interessados poderão agora adquirir este equipamento com custos de envio bem inferiores.

Apesar disso, os €599 necessários para o adquirir através da Amazon alemã continuam a ser um pouco elevados para as características que possui. Convém no entanto frizar que a Compulab, a empresa israelita que desenvolveu este computador, doa 5% de cada venda ao projeto Linux Mint, o que significa que estarão a contribuir para um projeto de software livre se decidirem comprar o MintBox 2.

No que toca ao hardware, estas são as características do computador:

  • Processador Intel Core i5 dual-core CPU @ 1.8GHz;
  • 4GB de RAM DDR3;
  • Disco com 500 GB;
  • Duas portas de rede gigabit e recetor Wifi 802.11n;
  • Bluetooth;
  • Porta HDMI, portas USB e Digital Audio Out;
  • Caixa de alumínio.

Caso estejam interessados em comprar uma (ou mais) destas máquinas, poderão fazê-lo através das Amazon britânica e alemã.

Standard
Kiev antes e depois dos confrontos
curiosidades

Kiev, antes e depois dos confrontos

A Praça da Independência, em Kiev, tem sido palco de manifestações e confrontos muito violentos, que resultaram em várias mortes. A devastação causada tem sido terrível. O Marco Santos publicou um artigo com 70 fotos destes confrontos, com algumas imagens de arrepiar. Mas a que me deixou mais estupefacto foi a que coloquei neste post.

Esta imagem é uma junção de duas fotos: a da esquerda foi tirada antes dos confrontos pelo responsável do blog Travel-Monkey; a segunda é da autoria da fotografa da Reuters, Olga Yakimovicha. O redditor* Nasdaf é o autor deste “antes e depois” e o resultado tornou-se viral em pouco tempo.

*redditor é o nome dado a um utilizador do site Reddit

Standard

geekices

Huawei vai lançar o seu primeiro telemóvel com Firefox OS

A Huawei vai lançar o seu primeiro telemóvel com o Firefox OS e, pasmem-se, não é nada de extraordinário. Esta banalidade, no entanto, pode ser uma mais valia. Mas antes disso, as características.

Um dual-core Qualcomm Snapdragon MSM8225 ARM Cortex-A5 a 1GHz foi a escolha para processador, acompanhado com 512MB de RAM e 4GB de armazenamento. O ecrã tem 4 polegadas e uma resolução de 800×480, e a câmara traseira 5MP.

Como podem constatar, nada de diferente de tantos outros telemóveis que já existem no mercado; até a estética é vulgar/comum. E é aqui que poderá residir a mais valia, porque o preço assim também é mais baixo, atraindo consumidores que procuram um telemóvel barato e com hardware suficiente para jogar Candy Crush e ir ao Facebook.

O custo mais reduzido, aliado à utilização de tecnologias web já usadas hoje em dia para o desenvolvimento de aplicações, também poderá servir para captar a atenção de alguns programadores e o número de aplicações disponíveis. HTML, CSS e Javascript são suficientes para criar a próxima “app” com que já não se pode passar sem.

*imagem retirada de tech2.hu

Standard